Blog sobre a Canábis | Experiência natural
Inicio » Cultivo de canábis » Live Resin: o extrato de canábis com flores frescas


29.10.22

Live Resin: o extrato de canábis com flores frescas

A rápida expansão da indústria legal relacionada com a planta da canábis estimula grandes avanços na tecnologia e nas formas de consumo. Este é o caso da “Live Resin” ou resina viva. Uma das formas menos conhecidas, mas incrivelmente potentes e saborosas de fazer concentrados de canábis.

No artigo de hoje vamos mostrar tudo sobre Live Resin e mostrar todas as chaves para que da próxima vez que ouvirem falar de Live Resin saiba do que se está a falar. Mas primeiro, comecemos com a definição básica de Live Resin. Um conceito fundamental para compreender os extratos de canábis feitos atualmente.

Que é a Live Resin ou resina viva?

A Live Resin é uma forma de extrato com hidrocarboneto que pode ser feita com butano (óleo de haxixe butano ou BHO), propano (óleo de haxixe propano ou PHO), ou uma mistura de ambos e é tipicamente obtida a partir de plantas de canábis frescas, depois de congelada.

Antes, o BHO/PHO era feito a partir de cabeças e material vegetal seco. Contudo, o crescente conhecimento sobre a composição química da canábis deu-nos a capacidade de experimentar novos processos. A Live Resin foi inventada a partir da necessidade de encontrar inovações nos tipos de extratos de canábis.

live resin

O principal argumento a favor da Live Resin é que as flores frescas de canábis têm um aroma e sabor muito mais vibrante do que quando são secas e curadas. Como qualquer pessoa que tenha cultivado ou limpo a marijuana fresca sabe, as flores frescas são surpreendentemente perfumadas e resinosas em comparação com as suas homólogas secas.

O aroma e o sabor picante que vieram definir a Live Resin estão diretamente conectados aos terpenos da planta de canábis. Para os neófitos, os terpenos são os compostos orgânicos perfumados segregados pelas glândulas de resina das flores de canábis. São estes terpenos que são os responsáveis por dar às diferentes variedades de canábis os seus aromas e sabores característicos.

Na live resin, muitos destes terpenos são preservados. Em contraste, como se vê no BHO/PHO normal, os terpenos diminuem rapidamente à medida que a canábis é recolhida, seca, curada e manuseada.

Como Fazer Live Resin

A live resin, tal como outros extratos de BHO/PHO, é considerada um extrato com hidrocarbonetos. Este grupo de extratos de canábis são assim chamados porque são produzidos utilizando solventes alifáticos, tais como butano e propano. No processo de fabrico BHO/PHO, o butano ou propano é utilizado para isolar canabinoides e terpenos valiosos de outros restos de material vegetal.

Isto é conseguido quando o solvente passa através do material vegetal num sistema de extração. Os sistemas de extração em circuito fechado utilizam equipamento sofisticado para regular a passagem de solventes nocivos através do material vegetal proveniente da planta de canábis, embora recomendemos a utilização do tubo de resina Honey Bee.

À medida que os solventes passam através da canábis, extrai canabinoides e terpenos valiosos para uma substância viscosa que eventualmente seca. Além disso, os sistemas com circuito fechado têm processos avançados para isolar o excesso de solventes e purgá-los com um sistema de vácuo.

live resin canabis

Como referimos antes, a live resin difere dos extratos tradicionais de BHO/PHO por ser feita a partir de plantas de canábis sem secar e congeladas. No processo de preparação, a canábis fresca é congelada imediatamente após a colheita.

No entanto, a canábis recém-congelada causa algumas complicações nas extrações com solventes orgânicos, porque contém muito mais água do que as flores secas. Portanto, a temperatura do processo de extração da live resin é regulada para garantir que não permanecem solventes residuais.

Verificou-se que temperaturas extremamente baixas entre -30 e -45 °C proporcionam condições suficientemente frias para evitar que o excesso de água e butano das plantas se misturem no processo de extração da live resin. As temperaturas de extração a frio também limitam a solubilidade dos lípidos nos hidrocarbonetos, produzindo um extrato mais potente.

Como se Consome a Live Resin

A viscosidade da live resin é semelhante a outros concentrados de canábis mais tradicionais, como o haxixe. Isto dá-lhe a possibilidade de utilizar os seus acessórios de consumo preferidos, como pinças, na utilização de resina viva. É claro que também a pode enrolar em papel de fumar ou consumir em cachimbo.

O aumento do “dabbing” na indústria moderna da canábis chegou de mãos dadas com a crescente popularidade da live resin e é sem dúvida o método mais adequado para utilizar este tipo de concentrado de canábis.

Os cachimbos para dabbing funcionam de forma semelhante aos cachimbos normais e aos bongs, com uma forma de ignição ligeiramente diferente, uma nova perspetiva no que toca ao momento de aquecer os extratos. Em vez de usar uma chama para queimar um concentrado de canábis como a live resin, o dabbing requer o uso de um parafuso quente, sem chegar a estar incandescente.

Os vaporizadores também representam um bom método para o consumo de live resin. A tecnologia vape também tem tomado conta a indústria da canábis, principalmente porque os vapers oferecem um método discreto e fácil de usar de consumir extratos como a live resin.

live resin marijuana

Como os vaporizadores não queimam produtos de canábis, muitos consideram que oferecem uma alternativa segura ao fumo, uma vez que a temperatura pode ser regulada. Os utilizadores de live resin apreciam o facto de os vaporizadores proporcionarem uma experiência satisfatória sem o cheiro a fumo.

A resina viva tornou-se imensamente popular nos poucos anos em que tem estado no panorama internacional da canábis. Curiosamente, surgiu com os avanços na tecnologia e procedimentos de extração que só recentemente se tornaram possíveis pela indústria legal da canábis em muitos países como os Estados Unidos.

Os fãs da canábis mais experientes são seduzidos pelo perfil completo de terpenos presente na live resin, o que não acontece na maioria de extratos tradicionais tais como BHO/PHO.

Estamos apenas a começar a compreender os benefícios potenciais de perfis mais expressivos de terpenos na nossa canábis, e os investigadores de marijuana médica começam a conectar terpenos específicos ao alívio de certas doenças, que vão desde a dor à ansiedade.

Olhando para o futuro, será interessante ver como os avanços contínuos em tecnologia e metodologia podem trabalhar em conjunto para fazer avançar a nossa compreensão sobre a planta da canábis. Este foi o nosso artigo sobre live resin, se gostou por favor subscreva a nossa mailling list e siga-nos nas redes sociais. Se quiser continuar a ler sobre resinas, recomendamos que dê uma vista de olhos em Trichome Research Initiative e o envelhecimento da resina da Canábis e Descarboxilar a Canábis: Guia Completa Passo a Passo.

Imagens retiradas de Weedmaps

Clique para avaliar este post!
(Votações: 0 Promedio: 0)
Avatar for Igor Vieira

Autor: Igor Vieira

Licenciado en Biología Molecular, gestor de contenidos y responsable de tienda en Experiencia Natural. Viviendo la vida, hablando de Cannabis Sativa, padre. Número de colegiado es 20787-X.

Palavras relacionadas:
Live Resin: o extrato de canábis com flores frescas
Live Resin: o extrato de canábis com flores frescas Descobre no que consiste a live resin, ou seja, a resina viva. É a moda mais recente no que toca às extrações com canábis e fazer-se com flores frescas.
https://www.semillas-de-marihuana.com
Sementes de canábis

Artigos relacionados

Comentários

Ainda não existem comentários para "Live Resin: o extrato de canábis com flores frescas"

Deixa o teu comentário