Blog sobre a Canábis | Experiência natural
Inicio » Redução de Riscos » Coronavirus 2019-nCoV e consumo de Canábis


17.03.20

Coronavirus 2019-nCoV e consumo de Canábis

O novo coronavírus (2019-nCoV), ou Covid-19, é um vírus que pertence à família dos coronavírus, onde há muito mais vírus e alguns deles afectaram os seres humanos em maior ou menor grau. Foi inicialmente detectado em dezembro de 2019, embora não tenha saltado para as bocas do mundo até janeiro de 2020. A sua sintomatologia está principalmente relacionada com doenças respiratórias agudas e pneumonia grave, podendo mesmo causar a morte. Atualmente, a maioria dos casos ocorre no ponto de origem, a cidade chinesa de Wuhan e seus arredores, embora a OMS (Organização Mundial de Saúde) o tenha declarado uma emergência global. Neste artigo vamos dizer-lhe especificamente as implicações que este vírus pode ter para os usuários de canábis que procuram conselhos sobre o coronavírus e o uso seguro.

nuevo coronavirus marihuana

Como se transmite o novo coronavírus?

Este novo coronavírus Covid-19 parece ter sido transmitido inicialmente de um animal para um humano no mercado de alimentos em Wuhan, China. No entanto, estudos posteriores confirmaram que o novo coronavírus também é transmitido de humano para humano, principalmente através do contato próximo com um paciente ou com objetos que tenham estado em contato com o paciente.

Embora quase todos os casos estejam concentrados na mesma área, é importante estar atento ao que pode acontecer no futuro, pois a propagação pode continuar para mais áreas geográficas e afetar uma população muito maior. O maior risco, neste momento, é que o vírus sofra uma mutação e se torne mais potente ou resistente.

Que implica o coronavírus para um consumidor de canábis?

Como um vírus que se propaga principalmente por contato, os usuários de canábis são um grupo de risco potencial. Se houver casos na área, o fato de os fumadores partilharem o material de consumo com outras pessoas faz com que seja aconselhável seguir uma série de diretrizes para evitar qualquer risco desnecessário.

Consumo canábis, que posso fazer para evitar riscos?

Estas são recomendações de senso comum, não vamos dar nenhuma receita mágica ou colaborar com as falsas notícias que prometem que este vírus pode ser curado com cocaína ou lixívia. Estas são recomendações simples aplicadas ao campo dos utilizadores de canábis.

Não partilhar charutos com outras pessoas

A recomendação mais clara é não partilhar os charutos com outras pessoas, uma das formas mais directas de contrair o coronavírus é através do contacto com fluidos. Quando se partilha um charuto, ficará sempre alguma saliva ou suor no bocal. Quando o charuto passa para a boca de outro usuário há um risco muito alto de ser infectada, já que os fluidos entram em contacto com outras pessoas. Na realidade, quando um charuto é partilhado entre muitos utilizadores e apenas um está infectado pode infectar todos os outros.

Não partilhar utensilios pessoais para o consumo

Se falamos de cachimbos, bongs e vaporizadores partilhados, o risco é muito elevado tal e como acontece com os charutos, porque igualmente os fluidos de um dos consumidores podem entrar em contacto directo com os de outros, e esta é a via de contágio mais directa.

No entanto o problema vai mais longe, o contacto dos fluidos corporais pode ocorrer de uma forma mais indirecta, são os chamados macro líquidos, que se depositam nos objectos e são infecciosos durante algum tempo. Por exemplo, se uma pessoa que tem o vírus tocar nas mucosas da cara e não lavar as mãos imediatamente, quaisquer objectos que toque depois são potencialmente perigosos para transmitir o vírus. Para que isso aconteça, outra pessoa deve entrar em contato direto com esse objeto e depois colocar a mão na boca, nariz, feridas ou olhos para que também se infecte com o novo coronavírus ou qualquer outro vírus.

Isto inclui isqueiros, papéis de enrolar, a canábis ou o próprio haxixe, filtros, qualquer coisa que possas pensar que possa entrar em contato com outra pessoa infectada e depois contigo. Recorda que mesmo que não partilhes diretamente o fluido corporal, ele pode passar do muco para as tuas mãos, depois para o objeto, para as mãos de outra pessoa, e finalmente para a mucosa do último usuário, incorrendo num comportamento de risco.

Dito isto, se uma pessoa infectada manusear qualquer objecto, como cortar marijuana ou enrolar um charro para outra pessoa, pode representar um risco de infecção.

Não partilhar espaços com as pessoas que podem estar infectadas

Fumar implica, às vezes, tosse. Cada vez que uma pessoa tosse ou espirra, ela liberta uma quantidade de fluidos corporais no ar, este é outro veículo para o coronavírus e outros vírus transmitidos pelo ar e isto denomina-se contágio por micro líquidos.

Estar num espaço fechado com mais pessoas usando canábis pode ser uma atividade arriscada. Se uma das pessoas presentes estiver infectada e tossir ou espirrar, as possiblidades de espalhar o vírus para outras são muito altas. Quando falamos do uso da canábis com outros nos espaços abertos, o risco reduz-se, mas ainda existe.

Conselhos para que os consumidores de canábis evitem o coronavírus

Se no teu país ainda não foi detectado nenhum caso, as probabilidades de contágio real são mínimas ou quase inexistentes. O mesmo se existirem apenas alguns casos, não há necessidade de gerar alarme, além disso, a mortalidade deste novo coronavírus é, por agora, mais baixa que a de outros que a humanidade já sofreu antes, como o SARS. Em geral, as pessoas que morrem parecem ser pessoas idosas ou com problemas de saúde anteriores.

Se na tua área ou país já se viveram dezenas de casos, é hora de começar a levar as coisas um pouco mais a sério. Aqui estão as recomendações para os utilizadores de canábis que querem evitar o coronavírus:

  1. O método mais eficaz é lavar as mãos frequentemente com sabão, pelo menos durante 20 segundos, e tentar limpar áreas complicadas como, por exemplo, debaixo das unhas. Este gesto é o mais simples e eficaz contra este vírus e muitas outras doenças.
  2. Não tocar na cara ou nas feridas, isto é um pouco mais complicado, normalmente tocamos na nossa cara muitas vezes por dia, muitas vezes sem nos apercebermos, por isso não tocar na cara requer muito esforço e atenção. Uma recomendação é seguir os conselhos acima, assim no caso de tocar na cara pelo menos será com as mãos limpas e teremos evitado o risco.
  3. Se houver risco na tua área, baixo nenhuma circunstância partilhes um charuto ou aceites o charuto de outra pessoa, isto também inclui cachimbos, bongs, vaporizadores e qualquer outro objeto que possa ser um veículo para a transmissão do vírus. Além disso, não aceite que outra pessoa lhe dê um charro enrolado, mesmo que não o tenha fumado pode haver um risco muito elevado, pois a sua saliva pode estar na cola do papel. Nestas situações é melhor que cada um enrole a sua massa e a consuma completamente, sem partilhar.
  4. Evite o contacto com animais selvagens, pois o vírus saltou inicialmente de um animal para um humano. Se entrares em contato com algum, lava bem as mãos e o mais rápido possível.
  5. Evite o contato, ficar no mesmo lugar, ou o uso arriscado de canábis com pessoas que são ou podem ter sido afetadas. Também seria aconselhável tomar estas precauções com pessoas que viajaram recentemente para uma área de alta incidência do novo coronavírus. Atualmente acredita-se que demora cerca de 14 dias para saber se estás bem, período durante o qual uma pessoa infectada pode não ter sintomas e ainda assim ser capaz de infectar outras.
  6. Se vives numa área claramente afetada pelo vírus, é melhor fumar canábis em casa, sair apenas o estrictamente necessário e usar sempre uma máscara e luvas descartáveis. Não compres nada no mercado negro e tenta ser auto-suficiente com a tua colheita. Compra utensílios como papel que vem embalado com plástico e não partilhe nada com os outros.

Qualquer dúvida que tenhas manda-nos uma mensagem e tentaremos ajudar logo que nos seja possível.

Clique para avaliar este post!
(Votações: 0 Promedio: 0)
Palavras relacionadas:
Coronavirus 2019-nCoV e consumo de Canábis
Coronavirus 2019-nCoV e consumo de Canábis Recomendações e conselhos para um consumo de canábis de forma segura nas zonas nas que existe o novo coronavírus Covid-19.
https://www.semillas-de-marihuana.com
Sementes de canábis

Artigos relacionados

Comentários

5 comentários para "Coronavirus 2019-nCoV e consumo de Canábis"

Deixa o teu comentário